segunda-feira, 5 de outubro de 2015

PESSOA HUMANA - UMA FICÇÃO

COMO É FORMADA A PESSOA HUMANA

Todos nós somos lendas pessoais.

Começamos pela união de um óvulo e um espermatozoide.

Dessa célula inicial foi formando-se um enrolamento de sete níveis (físico, biológico, emocional, mental concreto, mental superior, eu central e consciência de fazer parte de um mundo de coisas e seres). Os yogues falam de “rodas” (chacras).

Durante nove meses em gestação, foram sendo fixadas nesses “disquetes” desde as vibrações dos planetas, constelações, sol e lua, noite e dia, canções da mamãe, conversas ao redor, medos, angústias e esperanças, numa pré-personalidade que se foi formando.

Um dia eclodiu essa lenda concreta na moleza de um cérebro ativado rapidamente e o outro inibido, como todos. Alguns, por falta de oxigenação imediata, passaram um apuro de voltar a respirar e abriram os dois, como Einstein, Hitler, Newton, Lincoln, Gandhi, etc.

E a construção das personalidades agora vai encontrar ambiente familiar e escolar que vai gravar outras lições em cima das anteriores. Todas as vibrações de conhecimentos, conflitos, traumas, notícias, entram nessa construção de uma "lenda pessoal".

Em um dado momento essa ficção, já com nome que tem que assumir, agressões que tem que reagir, ambições e invejas que vai acalentando, essa ficção põe-se a criar suas mentiras e falsidades, algumas a serem realizadas em parte, somando-se ao resto em escolas e clubes, gangs e grupos bons ou maus para si e para os outros.

Cada um de nós sabe que muita coisa que contamos a nosso próprio respeito, são arrematadas mentiras. Nem nós acreditamos, mas, alguns acabam acreditando, até mesmo o próprio ficcionista. E assim como tantas outras ilusões todas essas “cordas” vão somando e compondo nosso mundo que julgamos “concreto”.

E prosseguem em mutação indefinida essas "lendas ambulantes" com um ponto a mais a cada nova revisão da verdade, dentro de um mundo que interpretamos ao nosso modo, sofrendo as consequências nessa constante mutação a que chamamos de “tempo”.

Assim se fizeram as lendas chamadas Moisés, Buda, Salomão, a Bíblia, Jesus Cristo, Maomé, Stálin, Fidel Castro, Pedro Primeiro, Mao Tsé Tung, Rotschild, povo judeu, e cada um de nós, etc.

Hoje a física está fechando o circuito do conhecimento com a informação de Max Plank de que podemos dividir e redividir a sólida matéria concreta até um número com 35 casas decimais depois da vírgula. Mas, esse último pedacinho, um quantum, não tem nenhuma consistência, pois é um buraquinho ou bolha assimétrica girando no vazio e pressionada por essa massa pela força da gravidade. E o resto de tudo que vemos é amontoados desses buraquinhos soltos num imenso vazio.

E esse vazio é que é a realidade, que preenche tudo, entre as partículas, entre os astros e entre os universos, por dentro e por fora.

Isso era o que diziam os sábios e filósofos de todos os tempos e agora é provado cientificamente.

Tudo que vemos é simples projeção de vibrações fugazes que se encontram umas influindo nas outras, tendo começo, sim, mas acabando tudo em uma dissolução final para serem sucedidas por outras falsas realidades, as mais das vezes compostas por ressonância das que desapareceram (reencarnações?).

Desse modo, tudo são lendas nas quais nós todos temos responsabilidade por fazê-las com nossas atitudes e ações, tanto para o bem como para o mal de nós mesmos e de todos os outros.

O que acontece ou supomos que existe é criação de nós mesmos, cada um com sua responsabilidade pela parte que faz acontecer ou aceita que aconteça.

Muitas coisas que vemos estão levando a mais conhecimentos, mais riqueza, mais longevidade, apesar de que os contadores de terror dizem querer acabar com o ser humano, destruir as ciências, zerar as riquezas, escravizar tudo, e está dando ao contrário!

Por que motivo, então, meus caros amigos, não fazemos o lógico?

E qual é a atitude lógica a tomar?

Já que a grande maioria, mesmo os que vão se encolhendo e sendo escravizados, esmagadora maioria, queremos exatamente mais riqueza, mais conhecimentos, mais prosperidade, mais saúde, mais longevidade, mais segurança...

Chegará assim o dia em que os próprios escravizadores perceberão que precisam de Libertação! Saberão que eles estão escravizados ao vício de ter escravos. Isso é um peso insuportável! Perceberão que seus poderes e suas posses não lhes garantem NADA! São dependentes irrecuperáveis do que os escravos fazem sob chicote! Nesse dia, já com a automação totalmente em instalação, perceberão que precisam TER CONSUMIDORES SAUDÁVEIS, LONGEVOS, EM SEGURANÇA E COM RENDAS PARA COMPRAR MUITO E SEMPRE OS PRODUTOS DA AUTOMAÇÃO!

COMPREENDERÃO QUE ELES PRÓPRIOS QUEREM SER ESSES CONSUMIDORES FELIZES LONGEVOS SAUDÁVEIS COM SEGURANÇA E RENDAS E SÓ O CONSEGUIRÃO SE APLICAREM UM POUQUINHO DO QUE ESCONDERAM NOS COFRES SEM USO NEM PRA SI PRÓPRIOS, E O USAREM DE MODO CORRETO PARA EDUCAR PARA A LIBERTAÇÃO A TODOS, E A SEUS PRÓPRIOS FILHOS E EXECUTIVOS QUE GUARDAM A TUDO PARA A ESCRAVIDÃO!

Temos, por isso mesmo, o direito de unir as forças e fazer acontecer o melhor!

Enquanto vivos, nenhum de nós é muito pobre, muito rico, muito velho, muito novo, muito fraco, muito ignorante, a tal ponto que não possa mudar as coisas. QUEREMOS A VERDADE, A LONGEVIDADE, A SAÚDE, A PAZ E RENDAS SEM LIMITES.


E aquilo que algum de nós projeta como futuro da lenda, alguém vai conseguir fazer! Vamos sentir com intensidade o que queremos e que será sempre o melhor para todos nós!

Nenhum comentário: