segunda-feira, 10 de outubro de 2011

NOBEL DE ECONOMIA 2011 - Rumo à Nova Ordem Mundial

Transcrevo os dados dos Nobeliados de economia de 2011, conforme Notícia "Terra" de hoje:

Os americanos Christopher A. Sims e Thomas J. Sargent são os vencedores do Prêmio Nobel de Economia 2011, informou nesta segunda-feira a Academia Real das Ciências da Suécia. Os dois economistas foram premiados por "sua pesquisa empírica sobre as causas e os efeitos na macroeconomia", afirmou o comitê. Os laureados "desenvolveram métodos para (responder) as numerosas perguntas sobre as relações de causalidade entre a política econômica e diferentes variáveis macroeconômicas como o PIB, a inflação, o emprego e os investidores", completou um comunicado.

Sargent, nascido em 1943 em Pasadena, trabalha na Universidade de Nova York. Sims nasceu em 1942 em Washington e realiza seus estudos na Universidade de Princeton. Sims, que foi contatado telefonicamente pela Academia sueca, afirmou que os "métodos" desenvolvidos por ele e seu colega Sargent "são essenciais para encontrar a saída para esta confusão", em referência à crise econômica.

Christopher Albert "Chris" Sims (nascido em 21 de outubro de 1942) é um econometrista e macroeconomista . Ele é atualmente Professor na cadeira “Harold B. Helms of Economics and Banking” na Universidade de Princeton .

Sims ganhou seu Ph.D. em Economia em 1968 na Universidade de Harvard . Ele ocupou cargos de ensino em Harvard, Universidade de Minnesota , Universidade de Yale e, desde 1999, em Princeton. Sims é membro da Academia Nacional de Ciências (desde 1989) e da Academia Americana de Artes e Ciências (desde 1988). Em 1995, ele foi o presidente da Sociedade Econométrica . Ele será o presidente eleito da Associação Americana de Economia em 2011 e, em seguida, o Presidente da Associação Americana de Economia em 2012.

Sims publicou numerosos documentos importantes em suas áreas de pesquisa: econometria e teoria e política macroeconômica. Entre outras coisas, ele foi um dos principais promotores do uso de auto-regressão vetorial em macroeconomia empírica.

Ele também ajudou a desenvolver a teoria fiscal do nível de preços e a teoria da desatenção racional.

Ele foi condecorado com a Thompson Reuters Prêmio de Economia em 2008

John Thomas "Tom" Sargent (nascido em 19 de julho de 1943) é um economista americano co-receptor (juntamente com Christopher A. Sims ) do Memorial do Prêmio Nobel em Ciências Econômicas , com especialização nas áreas de macroeconomia, economia monetária e de séries temporais em econometria . Ele é conhecido como "um dos líderes de expectativas racionais de revolução" e autor de inúmeros escritos pioneiros. Trabalhando com Neil Wallace , Sargent desenvolveu a base para caracterização do caminho do equilíbrio com estabilidade de expectativas racionais . Ele é considerado um dos mais influentes economistas do mundo.

Sargent obteve seu bacharelado da Universidade da Califórnia, Berkeley , em 1964, recebendo a Medalha Universitária como o Scholar mais ilustre em Classe de 1964, e seu Ph.D. de Harvard em 1968. Ele ocupou cargos de professor na Universidade da Pensilvânia (1970-1971), Universidade de Minnesota (1971-1987), University of Chicago (1991-1998), Stanford University (1998-2002), e atualmente é o Professor de Economia e Negócios em Berkley em “New York University” . Na primavera de 2009, ele serviu como professor visitante na Universidade de Princeton . Ele é membro da Sociedade Econométrica desde 1976. Em 1983, Sargent foi eleito membro da Academia Americana de Artes e Ciências . Ele tem sido um membro sênior da Hoover Institution na Universidade de Stanford desde 1987.

Sargent em 2011 foi agraciado com o Prêmio NAS para Revisão Científica da Academia Nacional de Ciências.

COMENTÁRIO – Tenho que fazer observar que a pesquisa de ambos é “empírica”, ou seja, com base no que está acontecendo na Macroeconomia. Portanto, de modo algum criaram tese de fundo comum às ciências humanas em geral. E isto significa que receberam seu Prêmio como pago por um trabalho de cobertura teórica para a dominação feudal banqueira no mundo, a caminho da “Nova Ordem Mundial” comandada pela Grande Finança da City.

Mais dados para entender este Comentário, vejam no BLOG e em:

http://www.mariosanchez.com.br

http://pt.shvoong.com/writers/ramacheng

Um comentário:

Augusto Branco disse...

Chegou o livro mais polêmico e revelador dos últimos tempos!
= O POMO DE OURO =
Sinopse: Henrique foi instruído nos mistérios da Maçonaria desde criança e tornou-se um bom Mestre Maçom. Entretanto, por ocasião dos atentados ao World Trade Center, no dia 11 de setembro de 2001, Henrique descobriu coisas tão perturbadoras que fizeram ele se afastar da Maçonaria e isolar-se do mundo, até que sua amiga Eva Cristina foi procurá-lo para ajudá-la a decifrar um código que o pai dela havia deixado numa carta antes de falecer em suas explorações arqueológicas. A partir daí, Henrique se vê obrigado a usar de seus conhecimentos secretos da Maçonaria para ajudar Eva a encontrar e devolver a quem de direito um objeto do qual depende o futuro da humanidade: o pomo de ouro.

Com uma narrativa dinâmica e envolvente para uma trama repleta de mistério, aventura e reviravoltas, o leitor é apresentado a uma série de contradições envolvendo os atentados de 11 de setembro, se torna conhecedor das mentiras da Igreja Católica e dos mais finos mistérios da Maçonaria, além da interpretação contundente de um conjunto de profecias que parece estar se concretizando a todo o momento em nosso tempo.

É a leitura mais intrigante, misteriosa e polêmica dos últimos tempos. Um livro único e imperdível!

LEIA 20 CAPÍTULOS DO LIVRO GRATUITAMENTE NO BLOG:
http://opomodeouro1.blogspot.com/